Segunda, 25 de março de 2019
86 988 910 950
Geral

14/03/2019 às 17h03

2.028

Redacao

Vicentina / MS

Governo prorroga prazo para aumento na carga horária dos servidores de MS
Secretário disse que o decreto deve ser publicado em Diário Oficial na próxima semana com prazo para junho ou julho
Governo prorroga prazo para aumento na carga horária dos servidores de MS
Roberto Hashioka, titular da SAD (foto: Marcos Ermínio)

A SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) ampliou o prazo que tinha estabelecido para o aumento de duas horas na carga horária dos servidores públicos de Mato Grosso do Sul. Inicialmente a pasta trabalhava com a data de 15 de abril, porém, foi decidido ampliar para junho ou julho.


“Será mais tempo de ajuste para os servidores e para a secretaria se adaptar também. Essa foi uma solicitação unânime entre os sindicatos durante as reuniões e decidimos atender. Vai facilitar para as unidades gestoras se adaptarem”, afirmou o titular da SAD, Roberto Hashioka, que durante a segunda (11) e terça-feira (12) se reuniu com todos os sindicatos que representam o funcionalismo estadual para passar informações sobre a medida.


De acordo com o secretário, o decreto que institui o aumento da carga horária dos servidores deve ser publicado no início da próxima semana, no Diário Oficial do Estado. E até esta sexta-feira (15) Hashioka acredita que o prazo final já estava estabelecido.


A decisão de ampliar a data foi oficializada após reunião que ocorreu na quarta-feira (13) entre o titular da SAD, o secretário de governo, Eduardo Riedel, e a assessoria jurídica do Executivo Estadual.


A medida, de acordo com o Governo do Estado, está sendo tomada para melhorar o atendimento à população. Um dos órgãos a ser atingido com a medida é a sede do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), que atualmente funciona das 7h30 às 13h30.


A redução de 6 para 8 horas diárias foi estabelecida na gestão do governador Pedro Pedrossian e tinha como intenção o corte de gastos porque, na época, o governo acreditava que com a redução de duas horas em algumas repartições públicas do Estado, isso contribuiria para reduzir os custos da máquina pública.


PDV


Sobre o PDV (Plano de Demissões Voluntárias), Roberto Hashioka afirmou que o texto do projeto de lei também deverá ser encaminhado na próxima semana à Assembleia Legislativa do Estado para ser apreciada e votada pelos deputados estaduais.


 

FONTE: MIDIAMAX

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium