Terça, 19 de fevereiro de 2019
86 988 910 950
Polícia

13/02/2019 às 15h58

2.035

Redacao

Vicentina / MS

Mulher tem cabelo arrancado ao ser agredida pelo companheiro em Deodápolis
Os policias militares do município de Deodápolis foram acionados por uma mulher que estava sendo agredida pelo seu companheiro.
Mulher tem cabelo arrancado ao ser agredida pelo companheiro em Deodápolis
Foto: Ilustrativa

A vítima identificada como L. relatou, que passaram à tarde na casa da irmã do autor, no Distrito de Presidente Castelo e que ao retornar para casa de sua sogra no Distrito de Vila União, ela foi conduzindo o veículo porque C. estava embriagado, a princípio o autor aceitou, no entanto durante o trajeto esse passou a importuná-la querendo dirigir o veículo, porém ela recusou devido ao seu estado de embriaguez, não satisfeito o autor passou a puxar o freio de mão colocando em risco a vida de todos que estavam no veículo inclusive a vida de algumas crianças que são sobrinhos do autor.
 
Já na entrada do Distrito de Vila União o autor puxou o freio de mão do carro, sendo que veículo veio a rodar e parar, foi quando Cristiano desceu e tentou tomar a direção, momento em que a vítima arrancou com o veículo e o deixou a pé, após chegar na residência de sua sogra a mesma se dirigiu para o interior da residência, em seguida o autor chegou e já partiu em sua direção, vindo a puxá-la pelos cabelos, chegando a arrancar parte do mesmo e a rasgar seu vestido, que alguns irmãos do autor o seguraram e a vítima conseguiu escapar e se esconder na casa ao lado.
 
Ainda segundo a vítima após o autor descobrir que ela estava na casa ao lado, o autor começou a gritar para a mesma sair da residência, após a insistência e devido a importunação dos que ali residem estar sofrendo, ela decidiu sair do local, momento em que o autor chegou a se acalmar, porém logo se exaltou e queria que a vítima fosse embora com ele para a cidade de Dourados, como a vítima se negou o mesmo passou a praticar direção perigosa no local e declarou que iria matá-la de qualquer forma, ou no local, ou durante o retorno para casa.
 
A vítima em outubro de 2018 ela registrou uma ocorrência de Violência Doméstica contra o autor, inclusive tem uma medida protetiva em vigor, mas acabou retornado o relacionamento a cerca de 01 (um) mês devido ao medo que tinha, já que o autor ameaçava ela e seu filho, dizendo “que se ela não reatasse o relacionamento, ele iria matá-la ou mataria o seu filho”, declarou ainda que a vítima “não iria proteger o filho para sempre”. L. ainda relatou que apresentou diversos áudios com as ameaças na Delegacia da Mulher em Dourados. Que diante aos fatos o autor foi conduzido a Delegacia e entregue juntamente com o referido boletim de ocorrência para que sejam tomadas as providencias cabíveis.


 

FONTE: DEODÁPOLIS NEWS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium