Quinta, 25 de Fevereiro de 2021 20:27
67999851200
Brasil corrupção

Empresa que faturou R$ 37 milhões com governo Bolsonaro nega venda milionária de leite condensado

Em áudio, homem diz que valor se refere a um acúmulo de vendas dos últimos 15 anos. A empresa, no entanto, foi aberta em 2012

29/01/2021 08h49
240
Por: Redacao Fonte: revista forum

Um dos supostos responsáveis pela empresa do ramo alimentício “Saúde & Vida Comercial de Alimentos Eireli”, que tem contratos somados em R$ 37 milhões com o governo de Jair Bolsonaro, negou que tenha vendido R$ 15 milhões somente em leite condensado ao Palácio do Planalto. Os dados da venda, no entanto, constam no Portal da Transparência.

Leia também: Portal Transparência, do governo federal, sai do ar após denúncias sobre gastos de R$ 15 milhões em leite condensado

A informação foi desmentida em nome da dona da empresa, Azenate Barreto Abreu, por um homem que ainda não foi identificado. A conversa com ele foi compartilhada nas redes sociais pela escritora Daniela Abade, que teve acesso ao número de celular da empresária.

“Venho por aqui explicar que a notícia de que a empresa saúde e vida alimentos vendeu 15 milhões em leite condensado não procede”, diz a mensagem do homem. “A empresa vendeu 2 caixa com 27 unidade”, completa.

Em seguida, a pessoa por trás da mensagem diz que novas explicações serão repassadas ao longo do dia. Em áudio, o homem diz ainda que nenhum responsável pela empresa “está sendo usado” pelo governo federal.

Segundo ele, o contrato milionário que consta no Portal da Transferência se refere a um acúmulo de valores repassados ao longo dos anos. “As empresas tem mais de 10, 12, 15 anos […] São fatos antigos que não tem nenhum histórico de irregularidade”, afirma.

https://twitter.com/i/status/1354402121794408448

 

 

Conforme apontou Daniela Abade, a empresa da Azenate, no entanto, foi aberta em 2012. Com isso, não é possível uma somatória de 15 anos de contratos com o governo federal.

Azenate Barreto Abreu é casada com o pastor Elvio Rosemberg da Silva Abreu e mãe de Elvio Rosemberg da Silva Abreu Júnior, que também fechou contrato no valor de R$ 25 milhões com o governo. Eles seriam de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, mas a sede da empresa seria em Brasília.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 20h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. 24° Máx. 34°

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 25° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Sábado (27/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 26° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias