Sexta, 14 de Maio de 2021 03:01
67999851200
Dólar comercial R$ 5,31 0.15%
Euro R$ 6,42 +0.19%
Peso Argentino R$ 0,06 +0.11%
Bitcoin R$ 276.950,44 -0.968%
Bovespa 120.819,7 pontos +0.93%
Economia gás também vai subir

Azambuja ignora protestos e reajusta pauta fiscal: gasolina ficará R$ 0,18 mais cara em MS

Secretário de governo havia prometido a motoristas de aplicativo análise para prorrogar congelamento dos valores de referência de combustíveis

26/03/2021 15h34
375
Por: REDAÇÃO Fonte: Gabriel Maymone / midiamax
Representantes de motoristas de aplicativo negociaram congelamento da pauta fiscal no início do mês na governadoria. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
Representantes de motoristas de aplicativo negociaram congelamento da pauta fiscal no início do mês na governadoria. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Após congelar a pauta fiscal do combustível por um mês, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) autorizou o reajuste do preço médio ponderado dos combustíveis a partir de 1º de abril. Assim, o preço de referência da gasolina comum para cobrança do ICMS – que em MS tem uma das maiores taxas do país – passa de R$ 5,0205 para R$ 5,6434.

A majoração deve causar impacto de R$ 0,18 em média nas bombas dos postos de combustíveis a partir de 1º de abril, segundo comunicado do Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes MS). Isso ocorre por conta  da taxa de 30% de ICMS cobrado pelo Estado de MS. Antes, o valor médio cobrado por litro era de R$ 1,50 e passa para R$ 1,68.

No dia 5 de março, após uma semana de protestos para Reinaldo baixar o valor do ICMS sobre os combustíveis, motoristas de aplicativo foram recebidos na governadoria pelo titular da Segov (Secretaria de Governo), Sérgio Murilo.

Reinaldo ignora protestos e reajusta pauta fiscal: gasolina ficará R$ 0,18 mais cara em MS

Gás de cozinha

Também consta o aumento no preço de referência do gás de cozinha, que teve pauta fiscal majorada de R$ 5,26 (por kg) para R$ 5,67. Considerando que o botijão tem 13kg, o valor médio saltou de R$ 68,38 para R$  73,71. Então, o Estado cobrará o tributo de 12% sobre esses novos valores, o que também deve resultar em reajuste para o consumidor.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Vicentina - MS
Atualizado às 03h49 - Fonte: Climatempo
15°
Pancada de chuva

Mín. 15° Máx. 23°

15° Sensação
13.8 km/h Vento
66.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (15/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Domingo (16/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias